Em agosto de 2006, eu havia terminado um namoro e não diferente de qualquer fim de relacionamento eu queria dar aquele up no visual e partir para outra, estava pesando 58 Kg e minha altura é 1,53( IMC 24,8 faixa normal). Foi então que passei por uma banca de jornal e uma revista me chamou a atenção, na capa a chamada era a seguinte: “Dieta da USP 14kg em 14 dias” claro que depois dessa eu não me contive, comprei a revista e fui logo rasgando o plástico toda empolgada já me sentindo 14 kg mais magra.
No 1º dia da dieta eu me sentia com o estomago colado nas costas, mas dava para agüentar pensando nos kg a menos.
Me senti da mesma forma no 2ºe 3º dias, no 4º dia eu estava com um mau humor extremo, já nem sentia fome, sentia só tristeza e não via a hora de acabar.
No 5º e 6º dia a dor de cabeça era constante, mas eu persisti e no 7º dia onde se pode comer o que quiser menos doces e bebida alcoólica, eu me permiti uma sopa de abóbora que eu tanto gosto.
No dia seguinte de volta ao cardápio da dieta, fielmente sem alterações. Ao final da dieta, eu estava 9 kg mais magra, e me sentia morta, morta de verdade sem gosto na vida até a hora em que subi na balança e o ponteiro marcava -9!

Seguindo a orientação da dieta retomei meus hábitos alimentares que eram bem normais e então começou o pesadelo, fui recuperando cada um dos 9 kg perdidos por semana e praticamente 2 meses depois eu já pesava 60 kg.

Em dezembro eu estava triste por ter não só recuperado o peso como ganhado 2 kg de “brinde”. Se tudo tivesse terminado por aí tudo estaria bem, mas não terminou, eu continuei a ganhar peso sem parar e muito rápido, fevereiro de 2007 eu já pesava 65 kg.

A partir daí eu tentei fazer várias dietas restritivas mas nada adiantava e eu não agüentava ver que não estava perdendo peso então resolvi largar pra lá e comer normalmente.

Eu perdi totalmente minha auto-estima, tirei um espelho de parede que tinha no meu quarto e fui ficando cada vez mais distante da realidade, não enxergava mais meu peso nem que continuava a ganhar cada vez mais…
Nesse ponto eu já nem me arrumava mais, ia para a aula de calça de pijama, não fazia as unhas estava largada.

No meu aniversário em abril de 2007 eu já pesava 70kg.

Pesei de 76 a 78 kg até março de 2008, a dieta não foi a fonte do ganho total de peso, claro que a tristeza depois que atingi 65 ajudou, mas o grande botão de start foi a dieta da USP.

Hoje sei que quando fazemos uma dieta tão restritiva e emagrecemos rápido demais recuperamos o peso porque nosso corpo tem mecanismos que “lembram” nosso peso no período anterior a privação e faz de tudo para que recuperemos aquele peso que foi bruscamente perdido, o corpo não satisfeito em recuperar o que perdeu, teme outro período de privação e começa a reservar tudo o que pode, daí o ganho de peso não para mais…
Atualmente eu estou me tratando com acompanhamento médico, fazendo dieta e hidroginástica além de tratar uma tireoidite com o medicamento adequado.
Do dia 01/04/08 ao dia 10/05/08 eu já consegui com a dieta adequada e exercício físico reduzir 6 kg, um emagrecimento saudável, lento e gradual é meu objetivo agora.
Espero que esse relato ajude a tirar a idéia das dietas super rápidas da cabeça de vocês e as inspire a buscar uma mudança real e duradoura.