Exímia Fortalize – Para queda de cabelo

A queda de cabelo acomete tanto homens quanto mulheres. A queda é considerada normal e faz parte da renovação dos fios que têm uma vida com três ciclos: crescimento, repouso e queda – que pode durar de dois a sete anos. As pessoas têm em média cerca de 150 mil fios de cabelo entre os 20 e 30 anos de idade, e considerando este ciclo, é normal que, por dia, cerca de 100 a 200 fios caiam.

Mas quando você começa a observar uma queda anormal é bom procurar identificar as causa da queda capilar.

Causas da queda de cabelo

Várias são as causas da perda de cabelos; tanto a causa natural que mencionamos (ciclo de vida dos fios), quanto a queda natural em decorrência da idade. Com o passar dos anos o cabelo realmente tende a cair, e você que tinha aquele cabelo cheio e volumoso, começa a observar que seu cabelo está mais ralo e sem volume. É que os folículos pilosos param de fabricar fios com o passar dos anos. Então, um motivo para sua queda e falta de cabelos pode ser sim o avançar da sua idade.

A queda anormal dos cabelos pode ter outras causas como a alopecia areata também chamada vulgarmente de peladeira, que são quedas bruscas em áreas, causando buracos de falha de cabelo. Mas que não é o objetivo deste artigo.

Nas mulheres as causas mais comuns para a queda dos fios é a deficiência de ferro no sangue, pós-parto e amamentação, problemas na glândula da tireoide e outras doenças e uso de alguns medicamentos como uso de anticoncepcionais. Mulheres na menopausa também tendem a ter uma perda de cabelo mais expressiva.

Uma causa considerada muito comum para homens e mulheres é o estresse. Muitas pessoas conseguem observar alguma relação com períodos estressantes e maior queda do cabelo.
É importante observar o que é normal e o que é uma queda exagerada. No banho e no pentear os cabelos, é natural que os fios caiam, pois muitas vezes eles já estavam soltos, mas emaranhados em outros fios. Não é normal a queda todas as vezes que passar a mão nos cabelos; o surgimento de fios nas roupas e no chão da casa.

Tratamento

Vários são os tratamentos para queda de cabelo, de acordo com o problema e os agentes agressivos. Muitas quedas podem estar relacionadas à químicas usadas nos cabelos como alisamentos, escova progressiva e clareamentos. O uso incorreto de secadores e chapinhas podem também danificar a estrutura capilar que enfraquecido, cai mais facilmente.
O uso de xampu anti-resíduo e ampolas de hidratação podem ajudar em casos de quedas devido a este tipo de agressão.

Já os problemas advindos de causas hormonais ou deficiência de vitaminas só podem ser solucionados com o uso de medicamentos apropriados.

Vários são os tratamentos medicamentosos para queda de cabelo, como o conhecido Pantogar, o Oral Hair e o Exímia Fortalize. Além do polêmico Finasterida que só deve ser usado por homens e tem riscos de causar impotência sexual. Fora os remédios de uso tópico, ou seja, para passar no cabelo e couro cabeludo como o Avicis e Minoxidil loção.

Comrpimidos de Eximia Fortalize

Comprimidos de Eximia Fortalize

Exímia Fortalize

O Exímia Fortalize é considerado uma das melhores opções para tratar a queda dos cabelos de “dentro para fora” pois diferentemente de outros similares, o uso dele é de apenas um comprimido por dia.

O Exímia Fortalize é “um suplemento à base de vitaminas A, C, E, Biotina, Complexo B, Zinco, Magnésio e Ferro” conforme consta na sua embalagem. É um produto fabricado pela Herbarium Laboratório Botânico LTDA e distribuído pela Farmoquímica S/A conhecida por FQM. O medicamento é considerado como sendo um nutracêutico, ou seja, um fármaco nutricional.

Por ser um suplemento vitamínico o produto é dispensado pela ANVISA de registro sanitário conforme Resolução RDC 27/2010. E também não precisa de prescrição médica para compra. Ou seja, apesar de ser comprado em farmácias e vir na forma de comprimidos, não é considerado um remédio.

Bula

Seguindo o raciocínio de que o produto não é um remédio e não necessita receita médica para comprar, ele não tem bula. Sequer vem com um folheto de orientações.
Todas as informações sobre a composição, ingredientes, informação nutricional e modo de usar vêm na própria embalagem. Dentro da embalagem vem duas cartelas com 15 comprimidos cada, totalizando 30 comprimidos por caixa.

“Ingredientes: Óxido de magnésio, ácido ascórbico, acetato de alfa tocoferol, fumarato ferroso, nicotinamida, pantotenato de cálcio, beta caroteno, óxido de zinco, cianocobalamina, mononitrato de tiamina, cloridrato de piridoxina, riboflavina, ácido fólico, biotina, espessantes, celulose microcristalina, hidroxipropilmetilcelulose e etilcelulose, estabilizante croscarmelose sódica, veículos amido modificado e polietilenoglicol, antiumectante bióxido de sílico, lubrificante estearato de magnésio e corante natural dióxido de titânio e artificial amarelo crepúsculo. Não contém glúten.

Instruções de Uso: Consumir 1 (um) comprimido ao dia. Consumir este produto conforme a Recomendação de Ingestão Diária constante na embalagem.”

Embora a expressão “Recomendação de Ingestão Diária” exista, a única informação é esta mesma, a de consumir um comprimido ao dia. Não especificam horário, se é para tomar com água ou leite, se em jejum ou com estômago cheio. Muitas pessoas que já fazem o uso deste produto alegam que fazem uso junto com alguma refeição para evitar enjoo. Mas nenhuma dessa recomendação é especificada pelo fabricante.

Outra informação que falta na embalagem é a duração do tratamento. Na verdade, em lugar algum consta a “indicação de uso”. Não diz que é para queda de cabelo ou unhas fracas. E talvez portanto, não falem do tempo de tratamento.

Ao que tudo indica, o produto é bastante inofensivo e por isso seu uso pode ser indiscriminado. De acordo com pessoas que fizeram o uso após recomendação de dermatologistas, a informação é de que o tratamento só começa a fazer efeito depois de dois meses de uso. A orientação mais comum é de que após três meses de uso, faça-se uma pausa de um mês e volte a tomar por mais três meses. Outros profissionais recomendam o uso por seis meses consecutivos.

Não há também nada sobre “Efeitos Colaterais” ou “Contraindicações de Uso”. A única restrição explicitada é “Gestantes, nutrizes e crianças até 3 (três) anos somente devem consumir este produto sob orientação de nutricionista ou médico”.

A maioria das pessoas que buscam este tratamento é devido à queda de cabelo no pós-parto e durante a amamentação, e há o receio de que os compostos químicos possam passar para o bebê através do leite; no entanto há médicos que permitem o uso mesmo durante a amamentação.

Mulheres em idade fértil, ou tentantes, também estão liberadas de fazer o uso deste suplemento. Mesmo as mulheres que já estão usando o ácido fólico como forma de prevenção de problemas no tubo neural dos bebês, podem associar o uso do Exímia Fortalize e do ácido fólico prescrito pelo ginecologista ou obstetra, desde que não ultrapasse o limite diário. Já as grávidas, naturalmente devem perguntar a seu médico, mas como na gravidez é mais comum que os hormônios atuem em favor da beleza da mulher, é provável que nenhuma mulher grávida precisará de suplementos para queda de cabelos.

Preço e Manipulação

Como o preço do Exímia Fortalize é bem alto, cerca de 100 reais uma caixa e o tratamento pode estender por até seis meses, muitas pessoas estão optando por manipular o remédio em farmácias de manipulação para que o tratamento não fique muito caro.

Algumas farmácias já têm a fórmula e não precisa de levar a receita da composição. Mas em outras será necessário apresentar a quantidade exata e a porcentagem de cada item. Na embalagem do Exímia Fortalize consta que para cada comprimido, porção de 0,737gramas existe a seguinte composição:

  • Vitamina A – 600 μg RE
  • Vitamina B1 – 1,2 mg
  • Vitamina B2 – 1,3 mg
  • Vitamina PP – 16 mg
  • Ácido Pantotênico – 5 mg
  • Vitamina B6 – 1,3 mg
  • Vitamina B12 – 2,4 μg
  • Vitamina C – 45 mg
  • Vitamina E – 10 mg
  • Ácido Fólico – 240 μg
  • Magnésio – 130 mg
  • Ferro – 7 mg
  • Zinco – 3,5 mg
  • Silício – 2335 μg
  • Biotina – 30 μg

Todos constam 100% do valor diário (VD) com base em uma dieta de 2000 calorias. Exceto o Ferro, Magnésio e Zinco que tem VD igual a 50%; o silício não tem seu VD especificado.

Componentes de Eximia Fortalize

Componentes de Eximia Fortalize

Exímia Fortalize Engorda?

Um grande medo de quem faz uso de polivitamínicos é de que ele possa fazer engordar. Na tabela nutricional do Exímia Fortalize consta que ele tem valor energético igual a 0 Kcal (zero calorias); bem como zero gramas de carboidratos, proteínas, gorduras totais e saturadas ou trans, fibra alimentar e sódio. Ou seja, realmente ele parece não fazer engordar.

Mas o que pode ser que aconteça é que ele pode abrir o apetite. Muito embora as experiências pessoais mostrem que não alterou o peso nem o apetite.

Conte para nós nos comentários sua experiência usando o Exímia Fortalize e o antes e depois dos seus cabelos e unhas.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Exímia Fortalize – Para queda de cabelo