Dicas Para Secar a Barriga

A barriga é de longe a maior preocupação de homens e mulheres quando o assunto é boa forma. Por isso, muitas pessoas procuram saber quais são os alimentos, exercícios e dicas que podem ajudar a diminuir a gordura abdominal.

Sabendo dessa preocupação, hoje listaremos uma série de medidas bem eficazes para reduzir a circunferência do abdômen.

Comer Fibras

O aumento da circunferência na região abdominal pode estar relacionada a diversos fatores, incluindo os problemas de intestino. Quem sofre com a prisão de ventre costuma sentir a barriga inchada, o que causa desconforto e também dificuldade para fechar o zíper. Se esse é o seu caso, o primeiro passo é mudar a alimentação. E não adianta mudar por apenas alguns dias e depois voltar ao normal. A mudança tem que ser permanente.

A dica principal é aumentar a ingestão de fibras. Elas podem ser obtidas por meio de frutas, folhas, legumes e, principalmente, cereais integrais. Por isso vale a pena aposta em granola no café da manhã, frutas no lanche, aveia com iogurte e outras combinações ricas em fibras. Aproveite também para trocar carboidratos brancos por suas versões integrais (macarrão, pão, arroz e etc.).

Para que as fibras possam trazer benefícios, é fundamental tomar muita água – pelo menos 10 copos todos os dias. Além de ajudarem a melhorar o trânsito intestinal, elas também reduzem o apetite, dificultam a absorção de gorduras e forçam o organismo a queimar calorias. Em resumo, comer fibras ataca a barriguinha de diferente formas!

Fibras

As fibras são excelentes para quem quer perder barriga

Menos Sal

Essa é outra dica fundamental para quem quer secar a barriga. Mais uma vez, estamos falando principalmente do inchaço que pode aumentar medidas não só na região abdominal, mas em várias partes do corpo. Nós brasileiros temos o péssimo hábito de comer muito sal. Basta notar que quase todos os restaurantes têm um saleiro sobre as mesas, apesar da comida já vir salgada.

Segundo especialistas, a recomendação diária de sal para pessoas adultas é de 5g por dia, o que seria o equivalente a uma colher de chá bem rasa. A maior parte das pessoas ultrapassa esse limite, porque preparamos os alimentos com muito sal e ainda comemos industrializados repletos de sódio. Os salgadinho de pacote, por exemplo, têm várias vezes essa recomendação.

O resultado desse exagero, além de vários prejuízos para a saúde, é a retenção de líquidos. O sal faz com que o corpo retenha água, deixando a barriga, pernas e braços inchados, além de elevar um pouco o peso do corpo. Por isso, reduzir a quantidade de sal na alimentação ajuda muito a diminuir a barriga e as medidas, mesmo sem dietas muito pesadas.

Exercícios Abdominais

Para quem quer perder barriga, os exercício abdominais são fundamentais. Eles ajudam na formação de músculos na região do abdômen, reduzindo, assim, a circunferência da região. A melhor maneira de fazer esse tipo de exercício é com o acompanhamento de um especialista, porque em casa podemos acabar errando na postura e fazendo a atividade do jeito errado.

Se você tem o hábito de frequentar a academia, converse com os instrutores para que eles possam preparar séries de exercícios especiais para a gordura abdominal. Com uma série pensada especialmente para o seu caso, você certamente notará os resultados mais rapidamente. Lembre-se também que a frequência dos exercícios é essencial para que ele realmente funcione.

Abdominais

Os exercícios abdominais devem ser feito com acompanhamento de um especialista

Gorduras do Bem

Por incrível que pareça, algumas gorduras podem ajudar você a perder gordura. Dito assim parece estranho, mas precisamos recordar que existem as gorduras boas e as gorduras ruins. Vários estudos mostram que as gorduras do bem, geralmente obtidas por meio de alimentos vegetais, ajudam no emagrecimento, desde que sejam consumidas na medida certa.

As gorduras do tipo monoinsaturadas e poliinstaturadas são tidas como benéficas por diversas razões. Entre os bons motivos para apostar em doses diárias dessas gorduras está a redução da circunferencial abdominal, já comprovada por estudos científicos. No grupo das gorduras monoinsaturadas o azeite de oliva, as castanhas e as amêndoas. Já nas poliinsaturadas, encontramos o óleo milho, o óleo de girassol, a sardinha o salmão.

O consumo de gorduras monoinsaturadas deve corresponder a cerca de 20% das calorias ingeridas no dia. Para as gorduras do tipo poliinsaturadas, a limitação é de 10% do consumo calórico diário. A melhor maneira de fazer esses cálculos é indo ao nutricionista. O especialista poderá indicar os alimentos na quantidade adequada, pois essas gorduras são todas bem calóricas.

Chá de Canela e Gengibre

Eu já comentei sobre o chá de canela e gengibre antes no Mulher Esperta. Quem me passou essa receita foi uma ótima nutricionista, que me explicou porque o chá era benéfico. Segundo ela, tanto a canela quanto o gengibre são termogênicos e, por isso, estimulam o organismo a queimar calorias. Além disso, a canela atua no índice glicêmico, regulando-o. Quando a glicemia oscila, o organismo tende a acumular mais gordura, então regular a produção de glicose ajuda na redução da barriguinha.

O chá deve ser preparado com cerca de 4 paus de canela, 1 pedaço de aproximadamente 5 cm de gengibre picado em rodelas e 1 litro de água. Primeiro, coloque a canela para ferver juntamente com a água durante uns 5 minutos. Depois desligue, espere mais ou menos 1 minuto e acrescente o gengibre. Tampe e deixe a mistura amornar. Então coe e reserve para tomar ao longo do dia.

A nutricionista me indicou tomar o chá diariamente, frio ou morno. Eu preparava toda a quantidade pela manhã, guardava em uma garrafinha na geladeira e ia tomando no decorrer do dia. Também usava o chá para fazer sucos com frutas, que ficavam bem saborosos. Depois de um mês tomando o chá, eu perdi quase 10 cm na região abdominal, juntamente com uma dieta balanceada, mas não muito restritiva.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Dicas Para Secar a Barriga