Clareamento dental caseiro funciona? Quais são as alternativas?

Já faz algum tempo que o clareamento dental se tornou febre entre as pessoas. O processo, que pode ser feito de diferentes forma, torna os dentes mais brancos de forma indolor e relativamente rápida. Os dentistas oferecem os serviços de clareamento. Algumas marcas também comercializam produto para tornar a dentição mais clara. Além disso, várias receitas caseiras circulam com a promessa de dentes perfeitamente brancos.

A pergunta que não quer calar é se o clareamento dental caseiro realmente funciona. Afinal, essas alternativas são bem mais baratas e acessíveis para qualquer pessoa. Limão, água oxigenada, bicarbonato e outros produtos costumam ser os mais recomendados.

Posso clarear meus dentes em casa?

O uso de produtos para clarear os dentes em casa é muito frequente. Alguns dentistas até recomendam esses produtos, como os géis à base de  peróxido de hidrogênio. Na verdade, esses produtos são bem parecidos com os usados pelos dentistas. A diferença está apenas na concentração do agente branqueador.

Por causa disso, os géis não são perigosos, principalmente se forem usados com a recomendação de um dentista. O ideal é seguir corretamente o modo de uso. Além disso, o uso muito frequente poderá danificar os dentes. Aplicar a cada 5 anos é o mais recomendado. Durante esse período, vale a pena evitar alimentos que podem escurecer os dentes, como o café e os refrigerantes.

Veja se o clareamento dental feito em casa é realmente seguro

Veja se o clareamento dental feito em casa é realmente seguro

E os produtos caseiros?

A água oxigenada é usada pelos dentistas nos processos de clareamento. No entanto, a quantidade e a concentração é muito controlada para não agredir os dentes, nem a boca do paciente. Quando usamos o produto em casa, comprando qualquer volume na farmácia, o risco se torna maior.

Na prática, isso significa que o uso da água oxigenada pode sim clarear os dentes, pois tem o mesmo ativo dos clareadores usados na odontologia. A questão é que não conhecemos os riscos no uso caseiros desses produtos sem a devida inspeção por especialistas.

Limão, morango, bicarbonato e outros ingredientes são menos eficazes. O uso de produtos com partículas pequenas faz um efeito como o de uma esfoliação na pele, ou seja, remove melhor as impurezas. Por outro lado, isso também pode prejudicar o esmalte natural dos dentes.

Conclusão

Com base nessas informações, é possível concluir que nada impede o clareamento caseiro feito com produtos adequados. Porém, para evitar problemas futuros, o melhor a fazer é conversar antes com o seu dentista.

Muita gente pensa que os dentistas não gostam muito dos branqueamentos caseiros porque tira deles uma oportunidade de trabalho, mas não é bem assim que funciona. Um profissional confiável deve orientar seu paciente de forma honesta, ressaltando os pontos positivos e negativos do tratamento.

O clareamento feito em casa é mais barato e eficaz. Seguindo tudo o que seu dentista orientar, ele surtirá o efeito desejado. A marca e os melhores produtos também podem ser decididos em conjunto com o especialista, levando em consideração as características do seus dentes.

Já em relação às receitas caseiras, consideramos que é melhor evitar, não por uma questão de eficácia, mas sim de risco. Para que a coisa não fique ainda pior, o ideal é não expor seus dentes à tratamentos que não foram devidamente testados.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Clareamento dental caseiro funciona? Quais são as alternativas?