Combinação Perigosa – Álcool + Medicamentos

Sempre ouvimos falar que não se deve misturar bebidas alcoólicas com medicação, mas porquê? É perigoso? O medicamento perde o efeito? Uma série de efeitos colaterais pode surgir da mistura de determinados medicamentos com bebidas alcoólicas, veja abaixo os mais comuns:

Álcool + Antibiótico 

Reação: A combinação da bebida alcoólica com antibióticos resulta na diminuição do tempo que a substância fica presente e agindo no organismo, não é uma perda de efeito direta, mas como o álcool estimula a eliminação de urina o medicamento que deveria ficar no organismo por 8 horas acaba sendo eliminado antes, e isso compromete o tratamento.

Álcool + Antidepressivo 

Reação: A bebida alcoólica combinada ao antidepressivo pode levar ao aumento da pressão sanguínea,  o álcool age sob o sistema nervoso central potencializando o efeito do remédio. É uma combinação perigosa porque causa uma piora significativa dos sintomas conforme acontece a desidratação do organismo. 

Álcool + Ansiolíticos

Reação: Combinação perigosíssima, o álcool combinado a um ansiolítico a base de benzodiazepínicos provoca uma depressão do sistema nervoso central, podendo levar até a morte.

Álcool + Lítio

Reação: A desidratação causada pelo álcool atrapalha a eliminação de toxinas provenientes do medicamento, o que pode causar uma intoxicação.

Álcool + medicação para cardíacos

Reação: A associação do álcool aos medicamentos do coração como o propranolol pode causar sonolência, desfalecimento e ainda reduzir o efeito terapêutico da medicação.

 

É melhor evitar o consumo de álcool combinado ao tratamento com medicação, desobedecendo essa máxima você poderá colocar sua vida em risco por uma bebidinha. 


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Combinação Perigosa – Álcool + Medicamentos