Combinação Perigosa: Álcool + Medicamentos

Sempre ouvimos falar que não se deve misturar bebidas alcoólicas com medicação, mas nem sempre sabemos o porquê. É perigoso? O medicamento perde o efeito? Uma série de efeitos colaterais pode surgir da mistura de determinados medicamentos com bebidas alcoólicas, veja abaixo os mais comuns e oriente seus amigos e familiares:

Álcool + Antibiótico

Reação: A combinação da bebida alcoólica com antibióticos resulta na diminuição do tempo que a substância fica presente e agindo no organismo, o que significa que não é uma perda de efeito direta, mas como o álcool estimula a eliminação de urina, o medicamento que deveria ficar no organismo por 8 horas acaba sendo eliminado antes, e isso compromete o tratamento. Por isso, o melhor é sempre evitar esta combinação, já que as bactérias podem até se fortalecer se o tratamento não for eficiente.

Álcool + Antidepressivo

Reação: A bebida alcoólica combinada com os medicamentos antidepressivos pode levar ao aumento da pressão sanguínea. O álcool age sob o sistema nervoso central potencializando o efeito do remédio. É uma combinação perigosa porque causa uma piora significativa dos sintomas conforme acontece a desidratação do organismo. Então, se você faz uso desse tipo de medicamento, fique longe das bebidas alcoólicas.

Álcool + Ansiolíticos

Saiba quais são as reações causadas pela combinação de álcool com vários tipos de medicamentos

Reação: Combinação perigosíssima, pois o álcool combinado a um ansiolítico à base de benzodiazepínicos provoca uma depressão do sistema nervoso central, podendo levar até a morte.

Para quem não sabe, ansiolíticos são medicamentos utilizados para diminuir a ansiedade e a tensão. Eles podem ser naturais ou sintéticos e só devem ser usados com orientação médica.

Álcool + Lítio

Reação: A desidratação causada pelo álcool atrapalha a eliminação de toxinas provenientes do medicamento, o que pode causar uma intoxicação.

O lítio é usado em tratamentos de pessoas com transtornos bipolares. Também é uma droga bastante forte, que só deve ser usada com prescrição médica.

Álcool + Medicação para Cardíacos

Reação: A associação do álcool aos medicamentos do coração como o propranolol pode causar sonolência, desfalecimento e ainda reduzir o efeito terapêutico da medicação. Isso acontece porque a combinação favorece a queda brusca da pressão arterial.

Álcool + Medicamento para Dormir

Se você toma algum tipo de medicamento para tratar a insônia, fique longe das bebidas alcoólicas. O álcool pode potencializar os efeitos dos medicamentos, causando sonolência em excesso, tonturas e até mesmo desmaios. Pode ocorrer um a queda brusca da pressão arterial dificultando a respiração. O risco de quedas e outros acidentes aumenta. E jamais dirija depois de ingerir álcool, principalmente se você usa algum medicamento para dormir.

 

É melhor evitar o consumo de álcool combinado ao tratamento com qualquer tipo de medicação. Caso desobedeça essa dica, você poderá colocar sua vida em risco por uma simples bebidinha. E a regra vale para qualquer tipo de bebida. Até mesmo uma aparente inofensiva taça de vinho tinto pode fazer mal se associada a algum medicamento.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Combinação Perigosa: Álcool + Medicamentos