Como Usar Bem o Seu Cérebro

O cérebro é o órgão mais importante do corpo humano, responsável comandar todas as demais funções do organismo. Ele é subdividido em áreas que desempenham papeis diferentes, havendo regiões que se destinam à fala, à memória, aos movimentos do corpo e outras funções.

Algumas áreas do cérebro podem ser mais ou menos estimuladas dependendo de como cada pessoa conduz a própria vida. Um matemático, por exemplo, usará mais as partes relativos ao raciocínio lógico, por exemplo, enquanto um artista mantém mais atividades nas zonas de criatividade.

Essas são algumas das informações conhecidas pelos médicos e cientistas em relação ao funcionamento do cérebro, mas existem ainda vários mistérios sobre o órgão que precisam ser descobertos. Ainda assim, existem indícios que mostram que exercitar o cérebro pode melhorar suas funções.

Aprender Coisas Novas

Na infância estamos sempre aprendendo coisas novas: andar, falar, comer… tudo isso é uma novidade para o cérebro. Porém, com o passar dos anos, vamos deixando o aprendizado de lado para usarmos aquilo que já sabemos. Uma criança que chega a um país novo provavelmente irá aprender a língua local rapidamente, enquanto um adulto persistirá em usar a língua que já sabe.

Com esse exemplo fica fácil perceber que nosso cérebro pode ser menos estimulado se não nos esforçamos para aprender coisas novas. E vários estudos mostram que esse aprendizado pode melhorar a memória e evitar doenças cognitivas, como o Alzheimer. A ideia, portanto, é buscar coisas não sabidas, como tocar um instrumento musical ou mesmo uma nova língua.

Mudanças na Rotina

Você já notou como é estranha a nossa reação quando mudamos algo de lugar em casa? Até que o cérebro se acostume, tendemos a fazer as coisas como eram antes, o que pode causar confusão. Isso acontece porque o órgão aprende certos “caminhos” de pensamento que se tornam uma espécie de regra. Se a escova de dente fica na porta direita do armário do banheiro, você automaticamente procurará por ela lá, mesmo sem perceber.

Exercitar o cérebro é tão importante quanto exercitar o corpo

Exercitar o cérebro é tão importante quanto exercitar o corpo

Para exercitar o cérebro, vale a pena apostar em pequenas mudanças no dia a dia que quebrem esse “caminho” já dado. Mudar coisas de lugar, passar por uma rua diferente da hora de voltar para a casa e fazer pequenas atividade de um outro modo podem estimular áreas do cérebro que estão adormecidas. Os hábitos fazem parte da vida, mas mudá-los pode deixar seu cérebro mais “afiado”.

Exercícios de Memória

Os esquecimentos são uma reclamação constante. Nos esquecemos de onde deixamos a chave do carro, do horário do médico e até mesmo do aniversário do melhor amigo. Essas pequenas falhas acontecem costumeiramente, mas podem se tornar muito comuns quando o cérebro não é exercitado adequadamente, sobretudo em relação à memória.

Dar uma “forçadinha” na memória costuma funcionar a longo prazo. Se você tem filhos em casa, vale a pena comprar um bom “jogo da memória” e aproveitar a brincadeira para exercitar o cérebro. Atividades simples, como se esforçar para lembrar da lista do supermercado sem anotar ou guardar alguns telefones de cor também estimulam a mente a guardar melhor outras informações.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Como Usar Bem o Seu Cérebro