Diferença entre Cisto no Ovário e Ovário Policístico

Já falamos aqui no blog sobre a Síndrome do Ovário Policístico, que é um problema que pode ocorrer no corpo da mulher, onde os ovários aumentam de tamanho e surgem várias bolsas com material líquido ou semi-sólido. Na maioria das vezes, a doença não apresenta sintomas, deixando o diagnóstico mais difícil. Somente em cerca de 10% das mulheres atingidas, ocorrem alguns sintomas, como menstruação irregular, excesso de pelos, obesidade, acnes e infertilidade. O diagnóstico só ficou mais fácil depois que o ultrassom ficou mais popular, facilitando o acesso de mais mulheres ao exame.

ovario policistico

Síndrome do ovário policístico

A Síndrome do Ovário Policístico é diferente de cistos no ovário. Quando a mulher tem cistos no ovário, quer dizer que tem um acúmulo de líquido na parte mais baixa de um dos ovários ou dos dois. Esse problema afeta entre 20% e 30% das mulheres, e pode causar desconforto e dores.

cisto no ovario

Cisto no ovário

Porém, a forma mais comum desses cistos são os cistos funcionais, que aparecem e desaparecem de acordo com o funcionamento normal dos ovários. Nesses casos, a mulher geralmente nem nota a presença dos cistos. Normalmente, os cistos só são detectados em um ultrassom ou em uma cesárea.

Tratamento

No caso de cistos no ovário, pode ser realizado um tratamento com anovulatórios orais, quando o cisto tem até 60 milímetros de diâmetro. Quando o cisto é maior, é necessária sua retirada cirurgicamente por laparotomia, de preferência, ou por laparoscopia, desde que o cisto não seja muito grande nem a paciente obesa.

No caso de ovário policístico, o tratamento se deve ao emagrecimento, quando a mulher é obesa e a redução dos sintomas, como o excesso de pelos e as acnes. Esse controle é feito com o uso de anticoncepcionais orais. Mas é preciso acompanhamento médico, pois em algumas mulheres o seu uso pode ser perigoso, como em mulheres hipertensas, com problemas de varizes, etc.

Infertilidade

Um dos maiores medos da maioria das mulheres é não conseguir engravidar, ainda mais quando se descobre que tem um problema nos ovários. Mas ter uma dessas duas doenças não é motivo para se desesperar. Apesar de causar uma dificuldade para engravidar, é possível realizar tratamentos, tanto no ovário policístico, como nos cistos no ovário, para facilitar a gravidez. Por isso não deixe de vistar seu ginecologista regularmente, para que nenhum tipo de doença evolua. Descobrindo os problemas no início, é bem fácil de se tratar.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Diferença entre Cisto no Ovário e Ovário Policístico