Síndrome do Ovário Policístico

Os ovários são dois órgãos situados um de cada lado do útero. Eles são responsáveis por guardar os óvulos que a mulher carrega desde o seu nascimento.

Em algumas mulheres se formam alguns cistos nos ovários. Eles são chamados de ovários policísticos, que são pequenas bolsas contendo um material líquido ou semi-sólido. Este problema pode afetar entre 20% a 30% das mulheres, geralmente entre 30 e 40 anos.

O ovário policístico é diferente de cisto no ovário. Seu diagnóstico se tornou mais fácil com a popularização dos ultrassom. Na maioria das vezes é assintomático, mas em 10% dos casos aparecem alguns sintomas. São eles:

ovario policistico

Veja a diferença de um ovário normal e um ovário policístico

  • Menstruação irregular
  • Hirsutismo (Excesso de pelos no rosto, seios e abdômen)
  • Obesidade
  • Acne
  • Infertilidade

Causas e Tratamento

Não se sabe ao certo quais são as causas da doença. O que se sabe é que 50% das mulheres com ovário policístico têm hiperinsulinismo e o restante apresenta problemas no hipotálamo, na hipófise, nas supra-renais e produz maior quantidade de hormônios masculinos.

O tratamento inicial é o emagrecimento nos casos de obesidade. Se a mulher não for obesa deve-se reduzir a produção de hormônios masculinos, reduzindo assim o aumento de pelos e acnes. Essa diminuição de hormônios masculinos é obtida tomando anticoncepcionais.

Nos casos de infertilidade, é feita uma indução à ovulação, com o clomifeno. Gonadotrofinas também podem ser usadas para induzir a ovulação.

Dicas Espertas

Visite sempre seu ginecologista e faça todos os exames recomendados por ele. Se você tem ovário policístico pode ter mais chances de desenvolver problemas cardiovasculares na menopausa. Fique atenta!

E fique sempre atenta aos seu peso. O excesso do mesmo pode agravar os sintomas da doença.

 


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Síndrome do Ovário Policístico