15 Alimentos que NÃO se deve Congelar

Hoje em dia, com a vida cada vez mais corrida e tão pouco tempo para desempenhar inúmeras tarefas que tem uma dona de casa, às vezes fica difícil a hora da preparação dos alimentos. Algumas pessoas optam por comer fastfood, uma opção não muito saudável, outras vão para os restaurantes. Nestas duas opções, além de não sabermos o que estamos de fato consumindo, acaba pesando no orçamento no final do mês.

Na verdade o que fica mais em conta e, claro, mais saudável, é fazer as próprias refeições em casa. Mas e o tempo, como fica? Bem, para conseguir fazer uma comida de maneira mais rápida, podemos usar de vários mecanismos: deixar os legumes picados ou até mesmo pré-cozidos, folhas e frutas já lavados e, uma outra opção que divide opiniões, que além de ajudar a deixar a refeição bem adiantada, evita o desperdício dos alimentos, o congelamento dos alimentos.

Embora seja possível congelar a maioria dos alimentos, existem alguns que não devem ser congelados pois quando congelados sofrem alterações no sabor diminui os valores nutricionais que os caracterizam e alguns alimentos não congelam.

Hoje vamos abordar este assunto. Quais os alimentos não se deve congelar e porque não se deve congela-los. Fique atento para não ter surpresas desagradáveis na cozinha.

Alimentos que não devem ir ao congelador

Batatas Cozida: Os cristais de gelo tiram o gosto da batata e modifica sua textura, podendo ficar pastosas e por vezes esfarelam.

Batata Baroa cozida: Alteram totalmente o sabor e ficam esponjosas.

Frutas: Frutas em geral, não devem ser congeladas ao natural. O ideal é cozinha-las e depois congelar, mesmo assim, fique ciente que elas vão perder em muito no seu valor nutricional. Ricas em água, preservar as suas características naturais com o congelamento caseiro é impossível. As frutas como o melão e a melancia, quando congeladas formam um cristal de gelo, que acaba totalmente com o sabor da fruta. O ideal é consumir a fruta fresca.

Saladas e vegetais verdes: Quando congelados perdem sabor e muito dos seus nutrientes. Além disto, as folhas ficam amarelas e moles, tirando a crocância natural destes alimentos.

alimentos congelados

Alguns alimentos não devem ser congelados

Tomates: Não deve ser congelado pois, quando retirado do congelado e colocado em temperatura ambiente, o tomate amolece. o ideal seria cozinha-lo e depois congelar.

Chantilly: Além de perder em muito o seu sabor, o chantilly quando congelado modifica sua consistência, a parte gordurosa se separa da líquida. Na verdade ele não aceita bem o congelamento. Pode ser congelado quando misturado ao alimento que for consumido junto mesmo assim, o seu sabor será alterado drasticamente. O ideal seria conservá-lo a vácuo na geladeira.

Queijo: Os queijos não gordurosos, (queijo minas fresco, ricota pura), e os cremosos sem gordura não congelam bem.

Risotos: após retirado do congelamento, o risoto apresentará uma consistência esponjosa.

Iogurte: Ao congelar, seus componentes se separam, tornando-se granulados.

Maionese: Não se deve congelar a maionese sozinha pois ela talha. Quando misturada a outros alimentos aceita bem o congelamento.

Molhos: Molhos preparados com ovos formam cristais de gelo. As temperaturas baixas arruínam com a consistência e o sabor destes alimentos.

Frituras: As frituras são alimentos que devem ser consumidos ainda quentes. Apenas com o ar ambiente qualquer alimento frito, já perdem a consistência, quando congelados, ficam ainda pior.

Leite: Quando conservado para incorporar a sobremesas, tortas ou qualquer outra receita, o leite pode ser congelado sem problemas, por até 24 horas. Porém, caso você deseja consumir normalmente, congelar não é a melhor opção pois, fará com que o leite encha de grumos ao ser descongelados.

Café: Após descongelado, o café perde seu aroma agradável. Além disso, a baixa temperatura faz com que o café perca muitas de suas propriedades nutricionais.

Carnes já descongelada: Quando descongelada a carne começa a desenvolver microrganismos que só pode, ser destruídos com o calor. Sendo assim, quando descongeladas as carnes não devem voltar novamente ao congelador.

Para se ter uma alimentação em conta e rápida, não vale tudo, é preciso preservar o de mais importante nos alimentos, que são os seus nutrientes e o sabor é claro, afinal não nos alimentamos somente para saciar a fome (encher o estomago). A alimentação está associada a nutrição e por que não ao prazer de saborear uma boa comida? Consuma os alimentos ao seu natural, deixando opção de congela-los como a última alternativa. Quando for necessário o congelamento destes, escolha os alimentos corretos, que não perdem o sabor e que os nutrientes sejam o mínimo preservados.

Tempo de congelamento

Apesar de ser possível congelar a maioria dos alimentos, vimos algumas exceções que não deveriam ser congeladas. Alguns por não ficarem bons depois de congelar e outros porque simplesmente não congelam mesmo. No entanto, entre os alimentos que podem ser congelados, o tempo de congelamento também varia.

Porém, de um modo geral, podemos separar como tempo base para congelamento a seguinte regra:

  • No congelador – De 1 a 3 meses.
  • No freezer – A partir de 6 meses.

Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

1 Comentário em “15 Alimentos que NÃO se deve Congelar

  1. Edneia disse em 11/10/2012 às 10:19:

    OBRIGADA POR TODOS OS E-MAILS RECEBIDOS.
    GOSTO DE LÊ-LOS COM CARINHO.
    RECEBA MEU ABRAÇO..

Deixe sua opinião “15 Alimentos que NÃO se deve Congelar