Receitas de Sal Aromático

Os sais aromáticos com ervas e temperos são a nova paixão. Na tentativa de eliminar o sal convencional e os temperos industrializados da cozinha, os mixes de ervas e aromas estão se tornando uma excelente opção para a substituição do sal convencional. Abaixo, você confere três receitas fáceis para temperar pratos variados com sabor, saúde e economia.

O modo de preparo dos sais e do mix de aromas é o mesmo. Basta misturar todos os ingredientes e guardar em um vidro com tampa. Você pode usar todas essas receitas no preparo de carnes, peixes, legumes e saladas. Além disso, nada impede que você utilize as combinações nos pratos que desejar.

Sal com ervas:
1/2 xícara de sal
2 colheres de sopa de salsa
2 colheres de sopa de estragão
2 colheres de sopa de cebolinha
2 colheres de sopa de mostarda em pó

Mix de aromas:
1 colher de sopa de alho em pó
1 colher de chá de pimenta do reino branca
1 colher de sopa de orégano
1colher de sopa de salsa
1 colher de sopa de manjericão

Sal exótico:
1/4 de xícara de sal
1 colher de sopa de páprica (a sua preferida doce ou picante)
1 colher de chá de pimenta do reino branca
1 colher de chá de pimenta do reino preta
1 colher de chá de pimenta da jamaica
1 colher de chá de cebola em pó
1 colher de chá de alho em pó
1 colher de chá de mostarda em pó
1 colher de chá de salsa desidratada
1 pitada de noz moscada ralada

Propriedades dos Sais

O tradicional sal branco e refinado presente nas prateleiras de condimentos do supermercado vem perdendo espaço para as novas modalidade de sais. As variações vão desde as texturas até as cores: Preto, Rosa, Avermelhado e Cristais.

Apesar da variedade de estruturas o sal nunca deixou de ser um vilão para a saúde humana, em função da quantidade de sódio presente em sua composição. Por isso, a Organização Mundial de Saúde limita o consumo do sal em cinco gramas, por dia.

Estudos comprovam que o sódio seja capaz de aumentar a pressão arterial e contribui para a retenção de líquidos em índices absurdos se comparados aos demais condimentos. Acredita-se que o brasileiro consuma o dobro do recomendado diariamente.

Por isso, recomenda-se que além da diminuição do consumo, o sal convencional seja substituído pelo sal marinho, por ter menos sal conter elementos nutricionais como o cálcio, o iodo, o flúor e o magnésio.

Entre as variações mais populares, estão:

O Sal do Himalaia que é o queridinho do mundo gastronômico. Entre suas propriedades estão presentes mais de 80 minerais, que fazer desse tipo de sal uma excelente opção para salgar peixes, legumes e saladas.

O Sal Negro é oriundo da Índia e seus grãos são grossos e de cor cinza-rosado. Vendido, normalmente, acompanhado de um moedor ele é rico em cloreto de potássio, ferro e compostos de enxofre.

O Sal Defumado, no entanto, é produzido, principalmente, na França. O fator defumado é adquirido após a queima das madeiras de barris que abrigam vinhos de uva chardonnay. Sua utilização é mais frequente, no entanto, na finalização de pratos.

O Sal Exótico, no entanto, costuma ficar bem picante, por isso não é recomendado para pessoas que sofrem de problemas no estômago ou nos intestinos.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Receitas de Sal Aromático