História do Quindim e Receita Tradicional

Português, africano ou brasileiro? A origem do quindim (clique para ver a receita) é controversa. Geralmente, ele é atribuído à culinária lusitana, conhecida no mundo todo pela produção de doces deliciosos. Em Portugal, várias qualidades de doces surgiram nos antigos conventos, onde as freiras passavam muito tempo elaborando receitas saborosíssimas a partir de poucos ingredientes que dispunham.

Lá, do outro lado do oceano, surgiu um doce chamado de brisas do lis, que é feito com (muitos) ovos, açúcar e amêndoas. O nosso quindim lembra muito o brisas do lis, no entanto, a receita no Brasil ganhou um ingrediente especial: o coco, que substitui as amêndoas. A nova mistura apareceu no nordeste e parece ter tido uma grande influência dos africanos, inclusive no nome, quindim.

Quindim

Quindim

Curiosidade

Se você der uma olhada em várias receitas de doces portugueses, irá reparar que a gema de ovos é muito comum na lista de ingredientes. Será por quê? A Ana Maria Braga explicou essa curiosidade recentemente em seu programa matutino. Segundo ela, as freiras portuguesas usavam aquelas vestimentas tradicionais e, por isso, precisavam de clara de ovos para engomar algumas peças específicas. Assim, as gemas dos ovos acabavam sobrando e precisavam ser usadas de alguma forma. A fim de evitar o desperdícios, esses doces deliciosos surgiram nos conventos.

Quindim, o Rinoceronte de Monteiro Lobato em Sítio do Pica Pau Amarelo, é assim chamado exatamente por causa do doce.

Receita Tradicional

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a história do quindim, que tal aprender a preparar a receita tradicional (com amêndoas)?

Brisas do Lis

Brisas do Lis

Ingredientes:

  • 100ml de água
  • 100g de amêndoas moídas
  • 250g de açúcar de confeiteiro
  • 6 gemas peneiradas
  • 3 claras

Modo de Preparo

Em uma panela, junte a água e o açúcar e leve para ferver por 3 minutos aproximadamente. Depois acrescente as amêndoas, mexa bem e espere um tempo até esfriar. Em seguida adicione as gemas e as claras batidas, misturando para que todos os ingredientes sejam incorporados.

Unte forminhas de empada com margarina e coloque massa deixando 1cm para chegar até a borda. Encha uma assadeira com água, coloque as forminhas em banho maria e leve ao forno para assar por cerca de 25 minutos.

Desenforme depois que esfriar e sirva em forminhas de papel decoradas ou não.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

3 Comentários em “História do Quindim e Receita Tradicional

  1. Magali Barbosa disse em 31/08/2014 às 18:03:

    Recebo, há alguns anos, os e-mails de Mulher Esperta: Adoro!!! Essa receita de quindim tradicional, já separei para fazer, mas surgiu uma dúvida: ……..”Adicione as gemas e as claras batidas”……, Não ficou claro se são as gemas separadas e as claras em neve. Por favor, pode me esclarecer?
    Obrigada
    Beijos
    Magali

    • adriana disse em 24/09/2015 às 14:17:

      Ola Magalim
      Se entendi sua pergunta, as claras não são usadas no quindim apenas as gemas.
      As claras podem ser usadas para fazer outro doce, como por exemplo pudim de claras, fica muito bom.

  2. Anônimus disse em 17/11/2015 às 19:39:

    Adorei saber mais sobre a História do Quindim. Ajudou muito em um trabalho que eu tive que fazer.

    E colocar a receita depois ajudou mais ainda!!!

    Obrigada.

    XX

Deixe sua opinião “História do Quindim e Receita Tradicional