Óleo de Soja Faz Mal? Descubra Qual É o Melhor Óleo Para Cozinhar

O óleo de soja é, sem sombra de dúvidas, o mais utilizado aqui no Brasil. O preço é a principal explicação para o sucesso do produto entre as donas de casa, mas isso vem mudando por causa de uma questão mais importante: a saúde. Por causa do que se comenta em relação ao outros óleos, tidos como mais benéficos, o óleo de soja vem perdendo espaço para outras opções, como o óleo de canola, o de girassol e o de milho.

Mas será que o óleo de cozinha comum realmente faz mal? Qual é o melhor tipo de óleo para se usar em casa?

Óleo de Soja

O óleo de soja, diferentemente do que muitas pessoas pensam, não é prejudicial para a saúde em absoluto. Assim como outros óleos vegetais, ele contém gorduras boas, que ajudam a equilibrar o colesterol. Os benefícios se devem, principalmente, à presença de fitoesterois e isoflavonas, que regulam os níveis de gorduras e combatem os radicais livres. Em 1 colher (sopa) de óleo de soja temos em média 90 calorias, o que pode contribuir para o ganho de peso quando o consumo é excessivo.

Óleo

Qual é o melhor óleo para cozinhar?

Outros Óleos Vegetais

Outros óleos vegetais podem ser um pouco mais benéficos que o óleo de soja, ainda que os efeitos sejam praticamente os mesmos. Veja mais sobre alguns deles:

  • O óleo de canola é um dos mais indicados pelos nutricionistas porque contém grandes quantidades de gorduras boas, como o ômega 3, além de antioxidantes;
  • óleo de girassol também é fonte de boas substâncias, como a vitamina E e a vitamina K, além de conte triptofanos que ajudam a melhorar o humor;
  • óleo de milho é outra boa opção porque contém omêga e 3 ômega 6, além de vitamina A e antioxidantes.

Como você pode notar, todos esses óleos possuem benefícios, mas não se engane. Isso não significa que o consumo está liberado. Na verdade, eles também podem ser prejudiciais se forem consumidos em excesso e, principalmente, se não forem usados corretamente.

Dicas para uso de óleos na cozinha

A maior parte dos óleos vegetais perde suas propriedades quando é aquecido a mais de 180º – a única exceção entre os mencionados acima é o de girassol, que pode ser aquecido até 200º. A gente não cozinha com um termômetro por perto, mas dá pra ter uma noção da temperatura do óleo dependendo do modo como ele é usado.

Em frituras a temperatura se torna muito superior aos 180º e, por isso, elas são tão maléficas. O ideal é usar o óleo em temperatura ambiente ou nos refogados. Coloque uma pequena quantidade de óleo na panela, acrescente os outros alimentos e reofogue sem deixar aquecer por tempo demais. No preparo de alimentos como arroz e feijão, por exemplo, os óleos mantêm suas substâncias benéficas.

Outra dica importante é sobre as quantidades. Para preparar uma panela de arroz, você não precisa de mais que 1 colher (sopa) de óleo. O mesmo vale para o feijão e para carne. Se for fazer uma fritura, prefira o óleo de amendoim, que ó mais resistente a altas temperaturas.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Óleo de Soja Faz Mal? Descubra Qual É o Melhor Óleo Para Cozinhar