Por Que Comer Fibras?

Geralmente, os alimentos que comemos são quebrados em partes bem pequenas, os chamados nutrientes, e absorvidas pelo nosso organismo durante o processo de digestão. Assim, é possível nutrir as células para que desempenhem todas as funções necessárias ao corpo humano.

No entanto, existe um componente, sempre mencionado aqui no Mulher Esperta que não é digerido: a fibra alimentar. Diante dessa informação, você deve estar se perguntando: mas se as fibras não são absorvidas pelo organismo durante a digestão, por que devemos consumi-las?

Durante muito tempo, os médicos e outros especialistas no assunto acreditaram que as fibras eram totalmente dispensáveis em nossa alimentação. Porém, de algumas décadas para cá, descobriu-se que, apesar de só passarem pelo nosso corpo sem serem digeridas, elas têm várias funções importantes.

1. O Trânsito Intestinal

Fibras

Alimentos ricos em fibras

Os resíduos não aproveitados da alimentação são eliminados por meio das fezes. Isso é o que acontece com as fibras. Contudo, até serem eliminadas, elas ajudam no trânsito intestinal. Primeiramente, elas compõem o bolo fecal, tornando-o mais consistente. Além disso, as fibras criam uma espécie de película gelatinosa em torno do bolo fecal, facilitando o seu trânsito pelo intestino e, consequentemente, a sua eliminação. Por isso, quem tem problemas de prisão de ventre não pode abrir mão dos alimentos fibrosos, sempre acompanhados de muita água.

2. As Fibras Solúveis

As fibras podem ser categorizadas em 2 tipos: as solúveis e as insolúveis. Como o próprio nome indica, as fibras solúveis são aquelas que podem ser dissolvidas em água, diferentemente das insolúveis. Quando as fibras solúveis se juntam com a água, elas formam uma espécie de gel. Se você quiser ver como isso acontece, coloque um pouco de linhaça em copo de água e observe como os grãos ficam gelatinosos depois de alguns minutos. Esse processo é importantíssimo porque dificulta a absorção de moléculas de gordura e açúcar, auxiliando no controle do colesterol e do diabetes.

3. As Bactérias do Bem

A palavra bactéria é imediatamente associada a doenças, mas devemos lembrar que esses microrganismos podem desempenhar um papel importante no corpo humano. A macrobiota intestinal, por exemplo, é essencial para a digestão e para o sistema imunológico. Essas bactérias do bem fermentam as fibras, produzindo ácidos graxos que fornecem energia para as células. A presença das fibras também favorece a proliferação dessas bactérias, treinando o sistema imune para possíveis ataques de microrganismos nocivos.


Pesquisar
Custom Search
Mulher Esperta em seu email

Deixe sua opinião “Por Que Comer Fibras?